IGNORANTES, SUJOS E GROSSEIROS DEBATENDO UMA HISTÓRIA DA REINVENÇÃO DO TRABALHISMO

Antônio Luigi Negro

Resumo


Procuro desenvolver nesse artigo uma hipótese apenas sugerida em minha tese de doutorado. Apesar da expectativa de deferência ante o “pai dos pobres” ¾ e da própria “invenção do trabalhismo” pressupor um operariado cidadão “regulado”¾, sustento que paternalismo, populismo e corporativismo são permeáveis à luta de classes. Nesse sentido, o trabalhismo é um fenômeno histórico marcado não só pelo propósito da tutela, mas pela possibilidade de sua reinvenção e ruptura.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.