Cidadania e Exclusão Social: A História dos Soldados da Borracha em Questão

Isabel Cristina Guillen

Resumo


Discute-se a política, levada a efeito durante o Estado Novo, de incentivar a migração de trabalhadores oriundos do Nordeste brasileiro para os seringais amazônicos, no âmbito dos Acordos de Washington firmados com os Estados Unidos em 1942, e que previa um incremento da produção da borracha, necessitando portanto de mão-de-obra para reativar a sua extração nos seringais. Enquanto a política do Estado Novo apregoava que os trabalhadores teriam “direitos” trabalhistas assegurados, como a assinatura de um contrato de trabalho, na prática houve um descumprimento dos benefícios apregoados. No entanto, os trabalhadores reivindicaram a observância desses “direitos”, ao contrário da imagem recorrente que representa o migrante nordestino como passivo, postando-se no processo como sujeitos políticos, idéia esta que a memória histórica não preservou.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.