Três Leituras da Cidade: Críticos Literários, Historiadores e Cronistas

Fabio Gutemberg Ramos

Resumo


Nesse artigo discuto diferentes formas que historiadores, críticos literários e literatos utilizam para adentrar os meandros de duas metrópoles brasileiras, Rio de Janeiro e São Paulo. Chamo atenção para os caminhos que seguem e para as singularidades dos olhares e imagens das cidades com que nos deparamos ao ler Madame Pommery, de Hilário Tácito, Cidade Febril, de Sidney Chalhoub, e João do Rio - vielas do vício, ruas da graça, de Renato Cordeiro Gomes, e como o diálogo com a crítica literária e a literatura podem abrir novas perspectivas para os historiadores.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.