"Aqui e Agora": a Pátria Grande de Darcy Ribeiro, indigenista

Tracy Devine Guzmán

Resumo


Neste ensaio analiso o discurso latino-americanista do antropólogo, educador, político, e romancista Darcy Ribeiro. Diferentemente dos outros grandes proponentes da chamada “Pátria Grande”, e graças em parte à sua longa experiência de etnógrafo, Ribeiro reservou um lugar de destaque para os povos indígenas na sua conceituação de uma “federação de estados latino-americanos meridionais”. Como indigenista, chegou a considerar as sociedades americanas sob um ponto de vista que não buscava na modernidade colonialista o único ou o mais legítimo “regime de verdade” para formular uma teoria da história ou para construir um futuro melhor. Proponho que o caráter do pensamento ribeiriano – simultaneamente macro e micro, exterior e interior, forasteiro e indígena – e a relação dialética entre essas várias formas de abordar a diferença social, diferenciam seu imaginário latino-americanista da genealogia dominante do “patriagrandismo” bolivariano.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.